Mais de 30 mil acidentes de trabalho aconteceram no Brasil durante 2017 no ramo da construção civil. É a área que mais registra acidentes, sendo responsável 5,46% de todos os casos, segundo o Anuário Estatístico de Acidentes do Trabalho. No mesmo ano, o número de afastamentos chegou a 11,8 mil – 8,3% do total.

É fato que a construção civil é uma atividade de risco, e é por isso mesmo que a prevenção deve ser levada muito a sério. Para se ter uma ideia, no Brasil a taxa de mortalidade no trabalho é de 5,21 para cada 100 mil vínculos empregatícios. Na construção civil, essa taxa sobe para 11,76 para cada grupo de 100 mil vínculos. É mais que o dobro.

A maior parte desses acidentes e afastamentos poderia ser prevenido com o uso correto das regras de segurança. Você sabe quais são essas regras ou se as utiliza corretamente? Se a resposta for não, eu escrevi esse post para você. Abaixo, separei 5 dicas essenciais para prevenir acidentes na construção. Não são todas, mas são aquelas que todos precisam conhecer.

  1. Cumpra as Normas Regulamentadoras (NRs) do setor

É preciso estar atento ao conjunto de Normas Regulamentadoras (NRs) da construção civil para prevenir acidentes. Elas falam, principalmente, sobre medicina e segurança do trabalho.

Cada atividade em um canteiro de obras é previsto por uma NR específica. A NR 12 regulamenta a Segurança em Máquinas e Equipamentos; a NR 35, sobre Proteção de Trabalhos em Alturas. Já a NR 10 dispõe sobre Instalações e Serviços em Eletricidade, e assim por diante. Esses são alguns exemplos das NRs existentes no Brasil.

Dentre todas as NRs existentes, 12 são direcionadas à construção civil. Cada uma delas com um foco específico. A principal Norma Regulamentadora é a de número 18, que trata especificamente da saúde e segurança na Construção Civil.

Para conhecimento e aplicação desta regulamentação é preciso treinamento inicial e periódico, com duração de seis horas.

As principais causas de acidentes são impactos com objetos, quedas, choques elétricos, soterramentos ou desmoronamentos. Aplicar corretamente as NRs vai prevenir esses tipos de acidentes e diminuir o impacto dos mesmos, caso venham a ocorrer – a tendência é que não ocorram!

Mas não basta apenas conhecer as normas. É preciso estar atento para evitar problemas com a fiscalização porque elas podem ser alteradas pelo Governo Federal.

Uma dica que eu dou: conheça os cursos da Prevenção sobre as NRs. Existe a oferta das NRs nas mais diversas áreas, incluindo a NR 18, da construção civil.

  1. Mantenha profissionais especializados em prevenção

Pesquisar sobre segurança do trabalho pode te levar a duas siglas: CIPA e SESMT. Para evitar acidentes, é importante ter as duas durante toda a obra.

Powered by Rock Convert

A primeira sigla significa Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA), formada por representantes dos empregadores e dos empregados. O objetivo da comissão é:

 

  • Inspecionar as condições de trabalho;-

  • Identificar eventuais riscos nos processos;

  • Divulgar informações sobre segurança e saúde, entre outras ações coletivas.

 

A outra sigla significa Serviço Especializado de Engenharia e Medicina do Trabalho. Como o nome sugere, é uma equipe de engenheiros e médicos especialistas do trabalho. A equipe atua para assegurar o bem-estar e a segurança dos colaboradores durante a jornada de trabalho. No Rio Grande do Norte, nós da Prevenção somos pioneiros neste serviço, atuando desde 1990. São mais de 20 clientes que conhecem nossos serviços, entre líderes de segmentos e empresas tradicionais.

  1. Equipamentos de Proteção Individual (EPI) é peça-chave

Os Equipamentos de Proteção Individual, ou simplesmente EPIs, devem ser utilizados por todas as pessoas que trabalhem em atividades que ofereçam qualquer situação de risco físico ou psicológico. É fundamental que as empresas distribuam os EPIs aos seus funcionários e substitua o equipamento quando for necessário.

Quer saber mais ainda? Conheça o nosso Checklist de EPI’s e não deixe nenhum passar desapercebido! 

Os EPIs são específicos para ajudar na proteção do rosto, visão, pés e cabeça, sem atrapalhar a respiração e a audição. Em canteiros de obra também é comum o uso do EPI antiqueda. Neles podem estar incluídos capacetes, luvas, botinas, protetores auriculares e óculos de proteção. Esses são alguns exemplos, mas a lista é mais extensa e específica, dependendo da atividade.

  1. Organize o canteiro de obra

A importância de manter um canteiro de obras bem organizado para prevenir acidentes na construção é ter consciência do funcionamento do espaço. Um ambiente fora dos padrões básicos contribui para erros e falhas. As instalações também devem incluir banheiros, vestiários, refeitórios e outros espaços básicos. Lembre sempre: a integridade do seu colaborador é essencial para a atividade que ele exerce.

Mais do que respeitar as normas legais e prezar por um ambiente de trabalho íntegro, auxilie e supervisione os trabalhadores para que o ambiente sempre esteja organizado. Esse é um dos cuidados mais importantes para a prevenção de acidentes e, além disso, vai contribuir para um ambiente de trabalho menos estressante. A saúde do colaborador também é importante e contribui para a segurança da atividade.

  1. Capacite os trabalhadores sempre!

A última dica que eu dou é: nunca é demais treinar os funcionários para que respeitem os padrões de segurança e organização. A partir do momento em que eles compreendem a importância de cumprir o papel individual na obra, a chance de acidentes cai.

Incentive a participação em cursos técnicos, palestras sobre prevenção e promova eventos sobre o tema. Conheça os cursos ofertados pela Prevenção sobre esse assunto, incluindo sobre o que tratei aqui: EPIs, CIPA e regras das NRs. Difundir esse conhecimento faz com que os profissionais se sintam valorizados e conscientes. Quanto maior o conhecimento, mais fácil e segura vai ser a sua obra.

Bom, essas são 5 dicas essenciais para prevenir acidentes na construção. Não deixe de ler sobre as Normas Regulamentadoras, de estar atento às inovações para a prevenção de acidentes e de capacitar a sua empresa. Conheça os cursos e o trabalho da Prevenção para saber mais. Espero que, com a leitura deste post, você saiba bem as razões de prevenir acidentes e como fazer isso. E, por último: se esse post te ajudou, compartilhe o conteúdo nas redes sociais com os seus colaboradores e parceiros!

Esteja sempre aprendendo conosco, amamos ter você aqui! Se inscreva em nossa Newsletter e não perca nossos conteúdos!