As empresas que não cumprem as normas de segurança do trabalho podem ser multadas, ter obras embargadas, estabelecimentos interditados e paralisação de serviços. É um prejuízo tanto para a empresa, que investe em equipamentos, máquinas e contratações, quanto para o trabalhador, que pode perder o emprego com a paralisação de uma obra. Eu preparei esse post para te ajudar a evitar problemas com a fiscalização. São 5 passos fáceis de cumprir, mas que contribuem muito para a empresa e os funcionários.

  1. Conheça as Normas Regulamentadoras (NRs)

Não é a primeira vez que falo sobre as Normas Regulamentadoras (NRs) aqui. É preciso estar atento ao conjunto delas para prevenir acidentes e não ter problemas com a fiscalização. As NRs falam, principalmente, sobre as regras para prevenir acidentes de trabalho.

Cada norma trata sobre um aspecto específico. A NR 11, por exemplo, trata sobre transporte, movimentação, armazenagem e manuseio de materiais; a NR 12, sobre a segurança no uso de máquinas e equipamentos.

É preciso estar atento às atualizações dessas normas, feitas pelo Governo Federal. Se informe através do noticiário e veja quais pontos foram alterados. As regras podem se tornar mais ou menos exigentes. A leitura é importante para não descumprir a regulamentação.

Na Prevenção, há cursos ofertados justamente com o objetivo de esclarecer o que são e o que dizem as Normas Regulamentadoras. Você tem a oportunidade de conhecer sobre a Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA), o melhor uso dos Equipamentos de Proteção Individual (EPI) e as regras de segurança para instalações e serviços elétricos; movimentação, armazenagem e manuseio de materiais; trabalho com máquinas; atividades ligadas à construção civil e outros.

  1. Comunique incidentes

Incidentes podem indicar falhas nas normas de segurança e se tornar facilmente acidentes se não forem comunicados e resolvidos rapidamente. Oriente os trabalhadores a informar tudo o que acontecer fora da normalidade em suas tarefas aos superiores e, principalmente, ao setor de segurança do trabalho.

Comunicar situações anormais no ambiente de trabalho evita que elas se repitam e chama a atenção para as ocorrências mais comuns, o que pode ser um sinal de falhas no sistema de segurança. Futuros problemas com a fiscalização são evitados de maneira mais simples, com a adoção de práticas de correção e prevenção.

Cada empresa tem o seu próprio procedimento quanto aos registros de incidentes. É fundamental apresentar aos funcionários e incentivá-los a seguir as normas. Mais importante do que cumprir as normas, é ter os colaboradores conscientes das mesmas. 

banner1 1Powered by Rock Convert
  1. Exija o uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs)

Os equipamentos de proteção individual (EPIs) são peça-chave para a garantia da segurança do trabalho, mas o seu uso às vezes é subestimado. É importante que as empresas distribuam esses equipamentos aos seus funcionários e garanta que cada um saiba a importância de utilizá-los.

Quer saber mais ainda? Conheça o nosso Checklist de EPI’s e não deixe nenhum passar desapercebido! 

A não utilização de EPIs pelos trabalhadores é uma das infrações mais comuns encontradas durante as fiscalizações do trabalho. Distribua os equipamentos, supervisione os trabalhadores, realize palestras. Nunca é demais. Na Prevenção, nós ofertamos um curso sobre a utilização dos EPIs. Conheça!

  1. Mantenha o local de trabalho organizado

Dados do Ministério do Trabalho organizados entre julho de 2013 e julho de 2014 indicaram que uma das infrações mais comuns encontrada nos canteiros de obra era a falta de proteção coletiva para os trabalhadores. Isso mostra bem a importância de ter um local de trabalho limpo e organizado.

Lembre-se sempre: o trabalhador precisa estar em um ambiente íntegro e saudável. Tenha sempre em mente que é importante dispor de banheiro, refeitório, vestiário. Isso diminui o estresse dos funcionários, evita problemas com a fiscalização e aumenta a qualidade do trabalho.

Cabe aos coordenadores, supervisores e gestores reforçarem a importância do local limpo e devidamente organizado. Assim, todos podem seguir o que foi determinado.

  1. Procure com credibilidade na área de segurança do trabalho

Elaborar planos de segurança e prevenção de acidentes é uma tarefa que, se executada da melhor maneira, certamente vai evitar problemas com a fiscalização. É importante procurar uma empresa com credibilidade na área, que elabore planos específicos para a sua empresa e evite as fórmulas genéricas.

A Prevenção é uma empresa que atua tanto na elaboração de planos de segurança e medicina do trabalho quanto na capacitação dos trabalhadores. Atuamos há quase 30 anos no mercado com clientes de diversos segmentos, prestando auxílio em legislações de segurança e ambiental, realizando inspeções e elaborando os planos adequados para os clientes. Conheça nossos serviços!

Essas são algumas dicas para evitar problemas com a fiscalização

Quer garantir que a prevenção do seu negócio evitando problemas com a fiscalização? Entre em contato conosco e fale com um especialista!

Esteja sempre aprendendo conosco, amamos ter você aqui! Se inscreva em nossa Newsletter e não perca nossos conteúdos!